Sindilojas

Brusque, Botuverá e Guabiruba

O SINDILOJAS é uma entidade classista patronal do comércio varejista e atacadista de Brusque, Botuverá e Guabiruba.
Esta entidade tem como objetivo primordial defender os interesses das empresas do segmento que representa, principalmente no que se refere ao âmbito legal e de assistência ao empresário.

Últimas Notícias

Abril
SENAC - SC Disponibiliza ao Empresário, Link : fale com nossos Consultores!!
23/04/2020
Queremos ajudar sua empresa a enfrentar qualquer desafio.
Como? Fale com nossos consultores.
Empresário, nós queremos ajudar você também nesse momento difícil.

Por isso, disponibilizamos um canal de comunicação com nossos consultores. Envie uma mensagem falando sobre sua maior dificuldade neste momento e nós iremos auxiliar com orientações para sua empresa.

Temos mais de 1.300 especialistas em todo o Estado disponíveis para ajudar com conhecimento nas áreas de turismo, saúde, educação, marketing, varejo, gastronomia, inovação e tecnologia.

Acesse o link abaixo e compartilhe sua dificuldade que um de nossos especialistas irá entrar em contato com você:


Acessar
https://corporativo.sc.senac.br/contato/?utm_source=akna&utm_medium=email&utm_campaign=Empresario-nos-queremos-ajudar-voce



Leia +
ORIENTAÇÕES SOBRE O TRABALHO NO FERIADO
16/04/2020
ORIENTAÇÕES SOBRE O TRABALHO NO FERIADO

Para o uso da mão de obra dos empregados no feriado do dia 21.04, considerando que é permitida
aos estabelecimentos comerciais a abertura desde que a legislação municipal não traga nenhuma
vedação,
 Para uso da mão de obra dos empregados, existem duas possibilidades:

o Mediante autorização em Convenção Coletiva de Trabalho, que deve definir as
regras para utilização da mão de obra;

o Mediante aplicação do artigo 13 e parágrafos da Medida Provisória nº 927/2020,
caso não haja previsão do uso da mão de obra dos trabalhadores em Convenção
Coletiva de Trabalho, registrando que a aplicação da regra não está revestida de
segurança jurídica nos casos em que há previsão em CCT.

A orientação é no sentido de que nas localidades onde existe previsão em CCT, a utilização da força
de trabalho ocorra com respeito às regras nela determinadas, evitando questionamentos e formação
de passivo trabalhista.
A sugestão aos Sindicatos Patronais que possuem regras para trabalho em feriados em suas CCTs é
para que, na medida do possível, busquem renegociá-las com as entidades laborais, com o intuito de
minimizar os custos das empresas.
Leia +

Serviços